segunda-feira, 27 de março de 2017

Vídeos Para Aprender Francês

Imagem daqui.
Français Authentique - O canal é de um francês do interior, ele fala bem devagar e dá dicas sobre como aprender de maneira natural. Dá para entender praticamente tudo e aprender também um pouco sobre cultura e história.

Français avec Pierre -Esse é um professor francês, que dá aulas de francês e espanhol. Ele também fala bem devagar para facilitar e, ao contrário do anterior, tem muita explicação de gramática.

Francês Com a Lígia - Achei nas indicações do Instagram. É uma professora brasileira, bem simpática, que dá dicas práticas, de frases do dia a dia mesmo. Ainda não tive tempo de assistir todos os vídeos no Youtube, mas já gostei.

Unifrancês - Canal de um jovem brasileiro, que cresceu na Bélgica. É bem para iniciantes, ele explica tudo em português, fala sobre assuntos variados.

Learn French With Alexa - Essa é a minha preferida, inclusive ela já me respondeu algumas vezes. É uma professora francesa que mora na Inglaterra. Têm aulas de verbos, receitas, conversas.

Comme Une Française - Ainda não assisti muito, mas vi que tem ditado e já gostei! Quem é antigo gosta de ditado! rs

Lucky Two - Nada a ver com aulas, mas é um menino francês que fala sobre maquiagem. Nem gosto de maquiagem, mas acho os vídeos dele bem bonitinhos. Entendo só uns 50% e quando presto atenção, digamos que 60%. rs

Artzooka - Programa de TV que vi uma vez no canal francês, achei bem fácil de entender e está cheio de vídeos no Youtube. Quero começar a assistir um por dia.

Desenhos também são ótimos para quem quer entender melhor, são fofos e fácil achar episódios bem curtinhos: Trotro, Caillou, Le Petit Nicolas, Petit Ours Brun, T'choupi

E vocês? Têm alguma dica? Sei que há muitos sites legais, mas aqui quis separar só vídeos.  

domingo, 26 de março de 2017

Aniversário de Porto Alegre

Imagem: Wikipedia
Sempre foi uma das minhas cidades preferidas. Escolhi viver aqui. A minha família é daqui. Tenho ótimas lembranças de eventos internacionais como o Fórum Social Mundial, Porto Alegre em Cena, Festival de Verão de Cinema Internacional, Festival de Inverno, Cow Parade, entre outros. Até a época da Copa do Mundo ainda era ótimo morar aqui. Lembro dos elogios de torcedores australianos, holandeses e alemães. Enquanto em outras partes do Brasil as pessoas não entendiam por que escutar música de países vizinhos ou por que passar todos os feriados no Uruguai, aqui essa cultura tinha seu espaço. Apesar de nunca ter sido uma cidade 100% segura, dava para chegar tarde da faculdade, ir a pé até um restaurante à noite, mostrar os lugares para os amigos que vinham visitar. Até que, nos últimos dois, três anos, alguns eventos desapareceram, muitas lojas fecharam, restaurantes passaram a ser assaltados o tempo todo, não dá mais para entrar em transporte público, shows nos locais culturais no Centro em um domingo, nem pensar! Quando abrem confeitarias, mercadinhos, farmácias, não dá nem coragem de ir conhecer. Não vale a pena arriscar. Antes as pessoas que saíam daqui podiam se dar o luxo de ir em busca de novas oportunidades ou conhecer outras culturas. Agora fogem daqui porque estão com medo. Fico só imaginando os pais dos jovens que insistem em sair à noite nos fins de semana. A esperança é que recentemente, temos visto mais polícia no Centro e nos parques. Até a Guarda Municipal, que fazia parte da promessa de todos os candidatos a prefeito, apareceu. Talvez seja um recomeço. Talvez. Neste momento, segurança é o melhor presente.

sábado, 25 de março de 2017

Filme do Sábado

Paro Quando Quero - Uma simpática comédia italiana para quem, assim como eu, gosta de filmes que utilizam o humor para abordar temas tão reais e difíceis. Há momentos divertidos, mas ao mesmo tempo incomoda um pouco.  Os atores são ótimos, a maioria eu não conhecia e alguns só "de vista".

Sinopse do site Itaú CinemasPesquisador universitário, um químico é demitido para cortar gastos acadêmicos. Desempregado e sem ter como se sustentar, ele descobre sobre o valor das drogas e cria uma para comercializar. Ele decide reunir um grupo de ex-amigos acadêmicos e usar a habilidade de todos no negócio. As coisas ficam complicadas quando eles passam a ser conhecidos e precisam lidar com um grande traficante.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Filme do Fim de Semana

Escolhi um filme francês que já queria ter visto na semana passada. Em português o título é Insubstituível. Apesar de ser classificado como comédia, algumas partes são bem cansativas, até porque não gosto muito do assunto. Mas, ao mesmo tempo, ele prende a atenção, os atores são ótimos e é impossível não se envolver. A relação desses médicos com os pacientes do povoado vai muito além de um atendimento.

Sinopse do site Itaú CinemasTodas as pessoas numa área rural podem contar com Jean-Pierre, o médico que os atende, cura e os tranquiliza diariamente, sete dias por e semana, há anos. Com Jean-Pierre doente, Natalie, recém-formada, chega da cidade para tentar ajudá-lo e enfrenta dois grandes dilemas: conseguir se adaptar a esta nova vida e, principalmente, substituir o homem que a população acredita ser insubstituível.

domingo, 19 de março de 2017

Na Semana Que Passou.,..

Fiquei mais velha.
Comemorei no Burger King!!
Levei marmita todos os dias.
Vi resultados positivos no espelho e também pelas roupas, mas não subi na balança.
Torci para os parentes não se lembrarem do meu aniversário.
Até um determinado momento eles não tinham entrado em contato. Fiquei com pena, queria falar com eles. As mensagens chegaram e eu "Droga! Vou ter que responder"!!!!!
No trabalho: Queria mudar de departamento, queria fazer parte de um projeto. Depois de muito insistir, consegui. Então, veio o arrependimento e a vontade de desfazer a mudança!!!!!!
Assim é a cabeça dos piscianos!!! 

domingo, 12 de março de 2017

Metas Para a Semana

imagem daqui
Desafio de mim pára mim mesma!!!! Além de continuar indo a pé diariamente, também voltar a pé três vezes por semana. Começo amanhã. No final da semana tenho que fazer um relatório. rs

Levar marmita novamente. É econômico e saudável. Quero manter esse hábito por bastante tempo.

Fazer a inscrição em um curso que não é o meu preferido, mas no momento preciso dele.

sábado, 11 de março de 2017

Filme do Sábado - Fome de Poder

Acabei de chegar do cinema e para hoje escolhi o ótimo Fome de Poder (The Founder), que mostra como o Mc Donald's se tornou o que é. Gosto de conhecer histórias de marcas famosas e aqui o protagonista é daqueles que provocam muita raiva e ao mesmo tempo admiração. Por mim, poderiam fazer muito mais filmes mostrando a origem dos produtos dessa e de outras redes.

Sinopse do site GNC Cinemas:
A história da ascensão do McDonald's. Após receber uma demanda sem precedentes e notar uma movimentação de consumidores fora do normal, o vendedor de Illinois Ray Kroc (Michael Keaton) adquire uma participação nos negócios da lanchonete dos irmãos Richard e Maurice "Mac" McDonald no sul da Califórnia e, pouco a pouco eliminando os dois da rede, transforma a marca em um gigantesco império alimentício.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Resumo do Feriado


Muitas caminhadas, almoços em família, não fui ao cinema. Tinha assistido todos que queria, menos o Moonlight, que vai ficar para depois. Em casa, assisti ao ótimo O Mordomo da Casa Branca. Também nos canais HBO/MAX, vi o estranho Reine Sobre Mim e gostei!

A parte boa do Oscar ser no feriado é que deu para assistir até o fim e acordar bem tarde no dia seguinte. Achei um dos melhores, não foi cansativo, conhecia pelo menos 70% dos artistas e filmes que apareceram. É aquele único dia do ano em que assisto a mesma coisa que todo mundo e consigo acompanhar e entender os comentários no Twitter! rs E que final inesquecível!! rs 

Nos próximos dias começo uma nova etapa no trabalho. Março será um mês de novidades, desafios e muitas comemorações.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

O que ando lendo

O Clube do Filme (David Gilmour) - Esse livro recebeu milhares de elogios e recomendações. Fazia tempo que queria ler. O autor canadense conta sobre o tempo em que deixou o seu filho adolescente sair da escola, com a condição de assistirem juntos, pelo menos três filmes por semana. Realmente a ideia é genial, é lindo ler sobre a relação de um pai com seu filho, com tanta confiança e amizade. A lista dos filmes é enorme, todos muito conhecidos e confesso que assisti pouquíssimos, quase nada mesmo. Apesar de ter tudo para ser um dos melhores livros, ele perde muito tempo com conversas sobre mulheres, o filho chorando por causa das meninas. Esperava bem mais. Mesmo assim, é uma leitura rápida, agradável e aprendemos sobre cinema e relações familiares.

A Mágica da Arrumação (Marie Kondo) - Não compraria, mas uma colega me emprestou e, como tinha visto vários comentários nos blogs de organização, estava curiosa. Acho legal uma pessoa ter talento para manter a casa arrumada, coisa que não tenho!!! A melhor parte foi aprender um pouco sobre como guardar meias e camisetas nas gavetas. Gostei da ênfase no desapego e guardar só o que precisamos e nos traz alegria. Isso eu já faço há muito tempo. Morri de rir quando ela contou que algumas vezes já jogou fora coisas de outras pessoas da família. Confesso que eu também! Mas nunca fui pega, joguei/doei coisas que elas realmente não precisavam!! Apesar de não trazer taaaantas novidades, é uma leitura que nos incentiva a querer uma vida mais organizada.

Sete Anos Bons (Etgar Keret) - Só o título já faz a gente querer ler. Simples e maravilhoso! Adoro livros na primeira pessoa, inspirados em acontecimentos cotidianos e relações com a família, com amigos e com estranhos. Mais sobre ele aqui.

O Mundo Amarelo (Albert Espinosa) - Conhecia o autor por um dos meus filmes preferidos Tu Vida en 65 Minutos e também por uma série bem popular entre os jovens na Espanha e em vários países. Nesse livro ele fala sobre o que aprendeu durante o tratamento para o câncer, que durou aproximadamente 10 anos. Não tem nada a ver com autoajuda, são as experiências dele e explica também o que são os "amarelos", que não são necessariamente os melhores amigos nem namorados. 

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Fim da Temporada de Marmitas

Deu certo enquanto durou, mais ou menos uma semana!!! Logo voltei para as bolachas na gaveta e nada de comida de verdade. A partir de hoje, comecei a almoçar novamente perto do trabalho, os meus horários voltaram ao normal, fim da indisciplina. De volta aos restaurantes por quilo, com arroz integral, legumes e até frutas, como deve ser. Já podemos falar de alimentação e dieta de novo.