Pular para o conteúdo principal

Qual foi o seu livro preferido em 2010?

O meu foi Confesso Que Vivi, do poeta chileno Pablo Neruda. Estava ajudando na biblioteca lá do meu trabalho, quando encontrei o livro e dei uma olhada e é tão envolvente que em poucos minutos, tinha lido mais de 50 páginas. Um livro genial, com as memórias de um homem culto e incrível, que amava o seu país e também viajou pelo mundo, trabalhou em diversos países da Ásia, Espanha, México, Argentina, Rússia, França e Itália, entre outros. Foi amigo de vários escritores e intelectuais russos, do espanhol García Lorca, dos brasileiros Jorge Amado e Zélia Gattai, foi perseguido pelo governo do Chile por muitos anos e apesar de todas as dificuldades que ele passou, o livro é narrado com muito bom humor. Depois vou copiar alguns trechos para postar aqui. Recomendo!

Comentários

Obrigada por mais uma dica importante!

Beijos, e uma linda semana ;)
Anna disse…
valeu mesmo a dica, eu ainda não li, bjim flor e um finalzinho de domingo lindo pra ti
Lu_Russa disse…
O meu foi :

"O homem de São Petersburgo"

de Ken Follett


bjos e Feliz Ano novo !!!
JCR disse…
qdo era criança era super chocolatra...depois melhorei...mas nao resisto um chocolate..por isso prefiro ficar sem comer do q comer só um pouquinho!!! é mto sofrimento pra mim! hehehe
bjos
***Nara*** disse…
Ai amiga li tão pouco em 2010, foram tantos livros de direito q mal animava para pegar um livro nas horas vagas huauhauhuahuhauhauhauauhaa. Mas prometo q com a inspiração no seu blog, suas dicas e uma forcinha minha vou ler mto mais em 2011.
Beijocas
Adoro vc
mikaella disse…
amo leitura tb...adorei a dica !bjos e otima semana!
tão bom qdo achamos um livro q amamos assim.


/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................
Anne disse…
Oii! tem livros que são assim, amores a primeira vista... adoro o Neruda! Beijos
Andreza disse…
Uma boa dica. Fiquei com vontade de ler. Obrigada pela visita no meu blog, e apareça sempre que quiser. Bjs!
Andreza disse…
Esqueci de dizer que o meu livro favorito deste ano foi Memórias de uma Gueixa. É maravilhoso.Bjs!
O meu livro favorito foi SobreViver - Instinto de Vencedor, de Claudia Riecken. (Ed. SAraiva)
É maravilhoso!!! Principalmente para nós, que queremos e precisamos mudar nossas vidas.
Bjs!

Postagens mais visitadas deste blog

Filmes que Quero Assistir

O Melhor Professor da Minha Vida (França) Aos 40 anos, o professor François Foucault leciona no renomado Liceu Henri IV, perto do Panthéon de Paris. Devido a uma série de eventos, ele é obrigado a aceitar a transferência de um ano para uma escola no subúrbio da cidade e teme que o pior possa acontecer. trailer aqui.
O Estado das Coisas (EUA)- Brad (Ben Stiller) possui uma carreira lucrativa e uma vida familiar feliz, mas isso não é o bastante. Ele está obcecado em ser o mais bem-sucedido entre os seus ex-colegas de escola, mas, durante um reencontro com um velho amigo, ele é forçado a ignorar seu sentimento de inferioridade e rever seus conceitos. Trailer aqui.

Sim, Eu Adoro Cursos a Distância

Nos últimos meses descobri e fiz vários cursos e, sem dúvida, os meus preferidos são EAD. Conheço muita gente que não aceita essa modalidade de ensino. A minha chefe diz que eles não querem dar aula!! Diariamente explico para alguém por que eu gosto tanto de cursos a distância, então resolvi postar também aqui os motivos:
Não precisa perder tempo (e dinheiro!!) com deslocamento.
Dá para assistir aos vídeos e ler os textos em qualquer horário.
Se você não entendeu o que o professor disse, pode assistir quantas vezes precisar.
Em cursos de formação ou de longa duração, geralmente há chats e um fórum e a oportunidade de expressar as opiniões e interagir com os colegas é igual para todos.
Não precisa perder 20 minutos das aulas ouvindo aquele colega comunicativo chato e exibido que não para de falar sobre a vida dele e de toda a família e não deixa mais ninguém falar.
E outros 20 minutos com trabalhinhos em grupo, que na verdade duram 5 minutos e depois todo mundo começa a conversar sobre assun…

Um Sábado de Muita Chuva

De vez em quando precisamos de um dia inteiro em casa, sem obrigações.