sexta-feira, 28 de outubro de 2011

tudo misturado

Ontem vi um shopping decorado para o Natal. Fiquei feliz. Adoro essa época de festas. Só me incomoda um pouco a parte tão comercial, o consumo exagerado e desnecessário.

Posso parecer insensível, mas não consigo ter pena de pessoas que passam fome para ser magras. Numa escola, as adolescentes gordinhas sofrem muito mais do que as anoréxicas.

Cada vez mais, aprendo a não buscar a perfeição. Procuro adaptar as coisas a cada situação. Nem sempre a gente pode seguir as regras. Comer de 3 em 3 horas, estudar em uma sala silenciosa, comprar uma cozinha planejada, matricular-se em uma academia. Tudo isso é muito bom, mas a realidade é diferente. Temos que aprender a praticar atividade física mesmo sem academia, estudar até naqueles momentos em que os matracas não param de incomodar, comer nas horas que a nossa rotina e o nosso trabalho permitem, organizar a casa com o que temos. Enfim, quem fica esperando as condições perfeitas, não faz mais nada!

Sempre detestei livros de auto ajuda. Em casa tinha um monte, li vários, eram muito chatos, cheio de bobagens. Mas há pouco tempo, arrumando uma estante lá no meu trabalho, vi dois livros do Roberto Shinyashiki, dei uma olhada e gostei! Não li tudo, mas diariamente leio pelo menos uma página, uma mensagem, uma dica. São repletos de otimismo e estão relacionados à qualidade de vida. Não são livrinhos chatos de auto ajuda.

8 comentários:

Kinha disse...

Também não tenho paciência pra auto ajuda, com aquelas dicas que todo mundo está careca de saber e que na maioris das vezes não funcionam na prática ou são impossíveis de ser aplicadas.
:/

Cris disse...

Minina,
concordo total com vc, a gente se vira com o que tem não com o que deseja. E força de vontade é mais importante que matrícula na academia, do que cozinha planejada e etc. Então manda ver minina.
Beijoquinhas.

Micha Descontrolada disse...

nunca li livro do roberto, mas ele tem uma coluna na revista nova q adoro ler...tem dicas bem inteligentes.


Tenha um ótimo fim de semana!!!

/(,”)\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_…………….

Juh... disse...

Falou e disse...rsrs

Concordo com vc, nem sempre a gente consegue seguir uma rotina, então ou se vira como pode ou ñ faz nada e deixa a vida passar.

E eu tbm ñ tenho paciência para esses livros de auto ajuda.

Mas gostaria de ter mais tempo para ler, pq tem tantos livros bons.

Beijinhuxx e bom findi.

Nat Viegas disse...

oii!
é verdade, temos que fazer mudanças na nossa vida e tentarmos fazer o melhor possível... mas sem esquecer que cada pessoa é diferente, aí que entra a questao da comparação e busca pela perfeiçao. Noto que eu muitas vezes me "corrompo" com esse pensamento, mas estou tentando pensar racionalmente e deixar pra lá. A nossa felicidade não pode esperar :)

Minha mãe me deu uns dois livros de auto ajuda nesse ano (eram de uma amiga dela), mas não gostei daqueles nao... sei lá, era enrolaçao demais, muito "Deus" demais... mas sei lá, não posso julgar todos os livros de auto ajuda só por esses, né?
E aí, eles estao te ajudando?

ótimo findi!
beijo

Deusa disse...

Eu também gosto muito das decorações de Natal,sabe que e um dos poucos defeitos do meu marido,ele não gosta de datas....quando era criança seu pai era muito severo,fora do normal,normalmente fazia jantares na sua casa nesta epoca e em outras datas,era um homem rigido,era realmente destemperado,então qualquer data festiva era uma gritaria,um desasossego,um sofrimento.Então ele não gosta de festas,quando muito para nossa filha,dai acabo ficando aborrecida nestas epocas festivas...porque adoro uma festinha...rsrsrsrs.
Hoje estava vendo um remedio chamado Victoza,ja ouviu falar,estou pensando muito em comprar,ja cansei de ficar de regime em regime....não consigo.Não sou gordinha,estou fora do meu peso e não tenho mais forças....ja ouviu falar?
Deusa

Marta disse...

Realmente as datas comemorativas no Brasil rola em torno do comercio.
E sempre vão rolar.
Bom final de semana.
Bjs.

Aline Tessesine disse...

Concordo em gênero, número e grau contigo.
Não sou muito a favor desses livros...sinceramente, pra mim nunca funcionou, nunca tive paciência de ler.
Acho que o próprio ser humano é capaz de se auto motivar, e não é um livro dizendo o que você tem que fazer que vai mudar sua vida.
Gosto de mensagens de motivação e não de fórmulas prontas...
Parabéns pelo blog...sempre passo por aqui mas nunca comentei..
Bjão.