quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Mais um BookCrossing Blogueiro


Eu adoro e vou participar! Quem não sabe do que se trata, todas as explicações estão Luz de Luma, yes party! Em edições passadas, libertei livros no café de um cinema, no café de um shopping e no lotação. Gostaria de deixar em um parque, mas pode chover e estragar.

Quem já participou? Alguma sugestão de lugar para libertar um livro?

5 comentários:

Expatriada disse...

Acho que no Shopping é ideal! As pessoas passam, vêem e podem se interessar. Engraçado isso, nunca o fiz. Já doei a determinadas pessoas, mas essa proposta é diferente. Legal! Parabéns!

Isa disse...

Eu já libertei alguns livros neste método (com bilhete dentro, etc), mas depois parei, porque livros não merecem ser abandonados, mas passados de mão em mão, em um desapego responsável e afetivo.
Daí ou dou livros de presente, ou faço doações a bibliotecas ou pessoas que gostam de ler e ainda troco muitos livros (cerca de 20 por ano) no site trocandolivros.
Amo ler e divulgar leituras.
Um grande abraço.

Lu Fernandes disse...

Ai menina, meu coração doeu agora!!! Acho que sofro um treco de largar o livrinho lá!! Pra mim livro é um pedacinho do meu cérebro, um filho, se eu liberto ele.... Um lugar ideal pra você libertar os seus é no correio, com meu endereço!!!!!!!! Topaaaaaa??? Eu com certeza iria adotá-los com muita alegria!!kkk Fui assistir Ted e foi bem como você disse, minha barriga doeu de rir algumas vezes, amei!!! Bjosssss

Ívian Ferreira disse...

Menina, que ideia bacana! Olha, achei legal isso aí. Libertar um livro que já lemos e que pode ser util para outras pessoas é algo bem legal de se fazer. As vezes só pensamos em doações diretas, mas essa ideia é diferente. Gosto das barganhas de livros, com trocas, assim também podemos passar livros adiante e receber outros também.

Bom divulgar isso.

Bjs e ótimo feriado pra vc!

Luma Rosa disse...


Gosto de levar o livro comigo e durante o dia vejo a oportunidade de libertá-lo. Já deixei em floricultura, sorveteria, recepção de escola e também de consultório médico. Ah, foram tantos os lugares... mas o mais inusitado foi em uma pracinha. As crianças não pegavam o livro de jeito algum - acho que estavam seguindo conselhos de casa - daí eu peguei o livro e chamei a atenção de todos. Li o recadinho, daí começou uma briga danada pelo livro. Resolvi fazer um sorteio e depois uma lista de leitura. Assim quem terminasse, passava para o outro e no final,deixassem na praça de novo.
Obrigada por divulgar!!
Estamos lançando sementinhas...
Beijus,