terça-feira, 20 de agosto de 2019

A Mudança

Morávamos em um apartamento de dois quartos, mas, depois que a minha mãe quebrou o fêmur, já estávamos usando somente a sala porque ela não queria mais dormir sozinha. Tinha passado da hora de sair de lá! Alguns móveis estavam muito velhos e não valia a pena pagar mais caro para trazer. O valor da mudança depende da quantidade de móveis, então trouxe só o basicão mesmo.  Aqui no apartamento novo fui conseguindo tudo aos poucos. Nas primeiras semanas as roupas ficaram em caixas, uma bagunça!!!! Foi aí que procurando roupeiros usados no OLX, achei uma moça doando um ótimo, bem grande! Teve o frete e o montador, mas isso teria em um novo também. A minha mãe ainda ganhou uma poltrona e uma TV. A nossa era tubo rsrsrs e a imagem estava escura. A cuidadora dela lembrou que tinha uma sobrando na garagem e emprestou por tempo indeterminado. Acho ótimo aproveitar itens que outras pessoas não usam mais, tanto por economia quanto para diminuir o consumismo. A única coisa que deu errado foi comprar micro-ondas usado. Não façam isso! Aprendam com a minha burrice! rs Aos poucos, tudo foi se arrumando. Não dá para ter a casa muito cheia porque gosto do minimalismo e porque precisamos de espaço para passar com a cadeira de rodas. E acreditem, a imagem que escolhi para o post me representa!!!!! Mais um motivo para ter pouca coisa. Fica mais fácil aprender a manter a casa organizada. 

16 comentários:

Betty Gaeta disse...

Pq o microondas deu errado? Que bom que tudo está se ajeitando. Eu tenho muitas tralhas acumuladas por aqui, mas meu marido é acumulador compulsivo e para me desfazer só mesmo escondido dele.
Beijos

O meu pensamento viaja disse...

Ser minimalista tem as suas vantagens (e desvantagens). Eu não sou e nunca serei.

Unknown disse...

Lembro de quando fazíamos mudanças, a gente desapegava de algo que estava ocupando espaço, sabe? Ficava menor a bagunça kkkk.
bjs www.diadebrilho.com

Monique Larentis disse...

Que bom que as coisas vão se ajeitando depois de uma turbulência.

www.vivendosentimentos.com.br

Liliane de Paula disse...

Não sou nem um pouco desorganizada.
Para mim, tudo tem que está nos seu lugar para não perder tempo.
Bom ter conseguido uma TV.

Lulu on the sky disse...

Fico feliz que aos poucos você tá conseguindo organizar a rotina da sua casa.
Eu ainda tenho tv de tubo no meu quarto que ainda funciona com a tv a cabo kkk
Big Beijos,
Lulu on the sky

Jaqueline disse...

Oi, estou aqui!

Luli Ap. disse...

Olá Ana Paula
Que bom que tudo está se ajeitando.
Achei interessante a maneira como vc fez a mudança com o básico e foi acrescentando aos poucos conforme foi precisando, excelente pra começar a se organizar.
Também não sou muito consumista e não gosto de desperdício.
Não sou bagunceira massssss estou longe de ser um exemplo de organização.
Pesquisando sobre organização tenho melhorado bastante 😉😉
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Cláudia disse...

Eu ando a tentar seguir esse modo de vida e aliás, acho que me estou a dar bastante bem.
A minha quase está quase vazia e é óptimo na hora de limpar =P

Beijocas

Isa Sá disse...

Muitas vezes acumulamos tralha a mais....


Isabel Sá
Brilhos da Moda

Pedrita disse...

realmente não tem pq não trocar objetos. nossa, q perigo, microondas só novo. já é perigoso novo, imagine recauchutado. beijos, pedrita

Tina disse...

Oi moça!

A vida não é fácil - se a gente não quiser. Você está sendo muito boa e solícita com sua mãe. Pense positivo. Já deu certo. E, se você não for Virginiana (como eu) vai conseguir se virar com a "bagunça". Boa sorte e obrigada pelo carinho. Beijos, se cuida.

Ana Paula disse...

Oi Ana Paula! Obrigada pela visita ao meu blog!

Estou prestes a embarcar, ou melhor, empacotar uma mudança. Acho que para o final do ano.
Já passei por várias e bem sei o que é isso, ou melhor a bagunça a ajeitar.

Dessa vez farei como você, levarei poucos móveis porque já estão bem usados.

Que tudo se ajeite por aí! Um beijo.

Taynara Mello disse...

Que artigo excelente, seu site é muito bom mesmo, estou toda semana visitando e lendo seus artigos.

Parabéns!

Meu Blog: Paraíba de Prêmios

Micha Descontrolada disse...

Menos é mais!
Fez bem em levar só o essencial. Eu tento ser minimalista, mas sei que poderia ser mais (principalmente em se tratando de livros).

Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ

SOL da Esteva disse...

Um drama que já começa a ser comum. Lamentar não chega. É necessária a atenção e sensibilização de engenheiros e arquitectos e das autoridades que supervisionam os licenciamentos.
Tudo se constrói apenas para ganhar dinheiro. Esquecem-se idosos e menos idosos com problemas de locomoção.É a geração dirigente que temos.


Beijo
SOL