sábado, 13 de junho de 2020

O Meu Antigo Normal

Todo mundo falando sobre o "novo normal". Há coisas que eu nunca considerei normais, por exemplo, cumprimentar as pessoas com beijo. Sinceramente, beijos e abraços são para a família, para amigos muito próximos. Fui uma daquelas crianças que fingem estar dormindo para não ter que dar um beijo nas visitas na hora de se despedir!!!!!! E qual é a necessidade de um aperto de mão? Muito sem noção! Quem chega para uma reunião, quem vai te mostrar um apartamento ou realizar uma venda não precisa apertar a sua mão! Há muito tempo, um médico me disse que isso não é higiênico. Quando tinha um chefe que recebia muita gente, corria para o banheiro e lavava as mãos após essas pessoas me cumprimentarem. Pior ainda é não manter o distanciamento. Na minha escola tinha um professor de Educação Física que ensinava a esticar o braço na fila para não ficar grudado no colega. Claro que não saía esticando o braço na rua, mas sempre procurei manter essa distância. Tenho dificuldade em entender pessoas que sobem no degrau seguinte na escada rolante. 

Também confesso que entre as coisas que gosto estão shopping, cinema e restaurante por quilo. Vou demorar muito para voltar aos shoppings. Cinema nem pensar! Talvez depois da vacina, mas em horários e dias mais vazios. Restaurante por quilo nunca mais! Agora entendo as pessoas que diziam não ter coragem de comer naqueles bufês. 

Sinceramente, acredito que até setembro ninguém mais vai falar em pandemia, mas quero muito, muito mesmo, que essas regras chamadas de "novo normal" durem. Pelo menos vamos ter o direito de dizer que não queremos proximidade. 

domingo, 24 de maio de 2020

A Quarentena


Já passei da fase das definições de quarentena, isolamento, distanciamento, afastamento. Isso é técnico e só interessa aos profissionais da saúde. Está permitido generalizar e chamar tudo de quarentena!! A minha começou no dia 18 de março. Saio de casa para ir ao supermercado, que fica aqui perto, caixa eletrônico e só. Farmácia e feira eu peço para entregar e não cobram taxa. Estou gostando de trabalhar em casa e acho mais produtivo. Alguns momentos do dia são cansativos porque além do trabalho, cuido da minha mãe e dou uma arrumada na casa, mas até prefiro continuar assim por mais uns meses. Procuro fazer um pouco de atividade física e passar o máximo de tempo na sacada. Sobre as notícias, geralmente assisto de manhã para ficar por dentro da situação local e para aprender mais sobre prevenção. Todos os dias surgem novas dicas e informações. Por enquanto não tive tempo para filmes e séries. Tenho visto mais vídeos no Youtube mesmo. 

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Oi!

O blog estava em quarentena desde muito antes de existir o corona!!!!! Falta de Internet, depois trabalho em casa, enfim, agora voltando a visitar os blogs de vocês com mais frequência. 

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Pedalando Com Molière


Mais um que assisti em DVD, o francês Pedalando Com Molière. No início pensei que não iria gostar, mas vão surgindo diálogos inteligentes, cenas incríveis, revelações, passeios de bicicleta em belas paisagens, tudo com um super elenco. Quem frequenta ou trabalha com teatro, provavelmente vai se encantar ainda mais. 

Sinopse: Cansado da carreira de ator, o respeitado Serge Tanneur decide abandonar os palcos e se aposentar, vivendo isolado na pequena Ilha de Ré. Sua calma é interrompida pela chegada de Gauthier Valence, ator de televisão popular, que o convida a interpretar o papel principal em uma adaptação de O Misantropo, de Molière. Afinal, a nova condição de Serge combina muito bem com o personagem clássico... Após a recusa inicial, Serge propõe um desafio: ambos devem ensaiar a primeira cena da peça juntos, nos papéis de Philinte e Alceste, e depois de cinco dias treinando, ele dará a resposta sobre sua participação. Começam assim os jogos de poder e manipulação entre os dois homens.

domingo, 10 de novembro de 2019

Não Aceitamos Devoluções


Entre os filmes que comprei por 2 Reais naquele feirão de DVDs que comentei aqui, está o mexicano Não Aceitamos Devoluções. Pode ser um filme bobinho, simples, sem grandes novidades, mas prende a atenção e cumpre a proposta de passar o tempo e faz refletir sobre superar os medos e aproveitar cada momento e, ao contrário do que parece, não é infantil. 

Sinopse: Valentín sempre levou uma vida despreocupada no México, saindo com várias mulheres e alternando entre pequenos trabalhos. Um dia, uma mulher bate à sua porta e lhe entrega um bebê, dizendo ser sua filha. Apesar da surpresa inicial, ele acaba se mudando para os Estados Unidos, cuida da criança e se torna um homem responsável, encontrando um emprego como dublê de filmes de ação. Seis anos depois, a mãe da menina reaparece com a intenção de levar a filha de volta. 

Se alguém se interessar pelo filme, recomendo bem mais a versão francesa, que assisti no Festival Varilux 2017, comentei aqui e o protagonista é o excelente Omar Sy. 

Blog Alzheimer e o Familiar Único


Para quem pergunta sobre a realidade e o cotidiano de quem é filha única e responsável por mãe com Alzheimer e necessidade de cadeira de rodas, tenho um blog sobre o tema, com uma abordagem positiva, mas também procuro mostrar a falta de estrutura no país. https://familiarunico.blogspot.com/


sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Preciso Assistir!!

Estreou nos cinemas o filme argentino A Odisseia dos Tontos. Desde que li a sinopse e vi o elenco, fiquei louca para assistir. Quem já viu, conta o que achou!

Sinopse: A Odisseia dos Tontos é uma história situada em uma pequena vila da província de Buenos Aires, no ano de 2001. Um grupo de amigos e vizinhos perde o dinheiro que havia conseguido reunir para reformar uma antiga cooperativa agrícola. Em pouco tempo, eles descobrem que sua poupança se perdeu por uma manobra realizada por um inescrupuloso advogado e por um gerente de banco. Quando descobrem o que aconteceu, o grupo de vizinhos decide organizar-se e preparar um minucioso plano com o objetivo de recuperar o que lhes pertence. A Odisseia dos Tontos conta com humor e humanidade esta revanche dos perdedores. 

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Enquanto Isso Naquela Rede Social...



A pessoa avisou que, perto do Natal, vai realizar uma ação para doar doces e brinquedos. Pediu voluntários.

Eu: - Não tenho experiência nisso, mas, se precisar de ajuda, pode colocar o meu nome na lista.

Pessoa: - Se for só para aparecer na foto, melhor nem ir.

Eu: - Oi? Aparecer em foto, eu? Eu fujo das fotos nas festas com colegas e amigos! Cheguei até a marcar uma agenda externa para não ter que aparecer na foto do Outubro Rosa! Vou querer participar do evento organizado pela dondoca só para aparecer na foto?

Conclusão: Melhor doar brinquedos para campanhas grandes ou já conhecidas no bairro, realizadas por quem sabe ser Papai Noel. 

domingo, 20 de outubro de 2019

Nove Anos!


E faz nove anos que este blog começou. Antes eu tinha outro, que nem lembro o nome e só cheguei a postar uma ou duas vezes. Sempre gostei de blogs, têm vários que leio há muito tempo, alguns ainda existem, outros foram encerrados. Lembro que em outubro de 2010, a médica falou que eu precisava perder peso e melhorar a alimentação. Na época seguia muitos blogs sobre o assunto e resolvi ter o meu também. Ajudou bastante, mas às vezes me sentia um pouco pressionada. Mesmo assim, fui mantendo o espaço, falando sobre os filmes que assistia, sobre o trabalho, sobe estudos para concurso e coisas do cotidiano. Nesses nove anos aprendi muito visitando os blogs de vocês, muitas dicas e ideias legais. Foi um dos primeiros meios de conhecer pessoas do Brasil e do mundo e de trocar ideias. Obrigada a todos que passam por aqui e que a gente possa continuar com os nossos blogs por muito tempo.